A perversão do capital e a religião do consumo